Coronavírus: Piracicaba fecha Horto de Tupi e reduz horários e limite de lotação de comércios

O prefeito de Piracicaba (SP), Barjas Negri (SP), assinou decreto que reclassifica a cidade para fase 3 (amarela) do Plano São Paulo, que regulamenta a quarentena em prevenção à pandemia de coronavírus. A medida segue decreto do governo estadual.

Além de reduzir horários e limite de lotação em estabelecimentos comerciais por meio do documento a partir de sexta-feira (4), a prefeitura também anunciou o fechamento do Horto de Tupi, também como medida preventiva, a partir desta quarta-feira (2). (leia abaixo). Também nesta quarta, a administração informou que recebeu ofício do Ministério Público com questionamento sobre as medidas adotadas após a regressão da fase verde para a amarela. De acordo com o decreto, o prazo de quarentena será prorrogado até o dia 4 de janeiro 2021. Principais alterações:

  • Funcionamento de serviços não essenciais, que deverão ter ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local, definida pelo Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).

  • Estabelecimentos comerciais, incluindo comércio de rua, shoppings centers, academias e prestadores de serviço poderão funcionar por 10 horas, duas a menos que na fase verde.

  • No caso das academias, a capacidade passa de 60% para 30%, com 10 horas de funcionamento diárias.

  • Bares, restaurantes e similares poderão funcionar, com consumo no local, por 10 horas diárias também, podendo permanecer abertos até as 22h e não mais até as 23h.

  • Atividades culturais, convenções e eventos com público em pé estão proibidos na fase amarela, também com queda na capacidade de 60% para 40%. Todas as demais restrições sobre atividades que causem aglomeração de pessoas estão mantidas, além do protocolo sanitário, que obriga uso de máscara e fornecimento de álcool em gel 70% pelos estabelecimentos. Horto de Tupi

O Horto de Tupi está fechado à visitação pública a partir desta quarta-feira. A decisão - tomada pelo Comitê Gestor da Área de Visitação Pública do Horto de Tupi - veio após o governo paulista anunciar o retorno do estado à fase amarela.

Segundo Giovanni Batista Campos, analista ambiental da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema) e membro do Comitê Gestor da Área de Visitação Pública do Horto de Tupi, o fechamento do espaço para os frequentadores ocorre por conta das restrições sanitárias impostas pela fase amarela, conta

“A unidade é totalmente aberta, não existindo um ponto específico que torne possível o controle de acesso e o cumprimento de algumas medidas sanitárias impostas pela fase amarela do Plano São Paulo como, por exemplo, limitação do número de visitantes e medição de temperatura dos frequentadores”, explicou, em nota oficial.

O local estava aberto à visitação desde o dia 13 de outubro, quando Piracicaba entrou na fase verde do Plano São Paulo de flexibilização econômica.


Desde então, o Horto de Tupi vinha recebendo um número considerável de frequentadores, principalmente aos finais de semana. Fonte: G1

1 visualização0 comentário