• Notícia FM

Coronavírus: região de Campinas retrocede para fase vermelha e poderá abrir só serviços essenciais

A região de Campinas foi reclassificada pelo Governo do Estado de São Paulo, nesta sexta-feira (3), para a fase 1 - vermelha, a mais severa do Plano SP, que regulamenta o funcionamento das atividades econômicas durante a pandemia do novo coronavírus. Com isso, nos 42 municípios que compõem a regional, poderão funcionar apenas os serviços essenciais a partir da próxima segunda-feira (6).

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), anunciou já na manhã desta sexta-feira (3), durante coletiva de imprensa, que a cidade publicará um decreto, em edição extraordinária do Diário Oficial neste sábado, para regulamentar as atividades que poderão funcionar a partir da próxima segunda. No início da tarde, o governador, João Doria, reforçou a mudança de fase. Em outras localidades de SP, a capital e outras regiões se mantiveram na fase 3 - amarela e houve mudanças nesta etapa da flexibilização. Houve a antecipação da autorização de reabertura de teatros, cinemas, salas de espetáculo, academias e a realização de eventos culturais para a fase 3. Até esta sexta, a região de Campinas estava enquadrada na fase laranja, que permite, por exemplo, a abertura do comércio com algumas restrições. Apesar disso, a cidade de Campinas, que é sede da região administrativa, já estava com comércios fechados por recomendação do estado por conta dos índices preocupantes relacionados à pandemia no município. Segundo o prefeito de Campinas, dentre as atividades que poderão funcionar estão:

  • Assistência em saúde (hospitais, clínicas médicas, óticas, etc)

  • Segurança privada

  • Transporte por táxi e aplicativos

  • Bares e restaurantes exclusivamente com entrega e drive-thru

  • Comércio exclusivamente com entregas

  • Setor de alimentação (mercados, padaria, atacadista, etc)

  • Bancos e lotéricas

  • Indústrias e fábricas (com restrição de 30% da capacidade nos refeitórios)

  • Hotéis e pousadas

  • Lavanderias

  • Postos de combustíveis

  • Oficinas, borracharias e serviços de manutenção de veículos

  • Bens e serviços automotivos (concessionárias de carros, por exemplo)

  • Transportadoras

  • Construção civil

  • Serviços veterinários

  • Manutenção predial

  • Lojas de material de construção

  • Produção agropecuária (toda cadeia)

  • Igrejas e cultos religiosos

  • Cadeia de produção e logística da agropecuária

  • Atividades administrativas da Prefeitura

Segundo a Prefeitura, NÃO poderão funcionar:

  • Escritórios com atendimento ao público

  • Comércio de portas abertas

  • Bares e restaurante com público

  • Teatros, cinemas e afins

  • Academias

  • Salões de beleza

  • Cirurgias eletivas em hospitais particulares

O estabelecimento que for flagrado desrespeitando a nova norma será multado em R$1.446,44 na primeira atuação; o dobro deste valor (R$ 2.892,88) em caso de reincidência, e o fechamento do estabelecimento na terceira vez em que for constatada a irregularidade. O prefeito afirmou que a fiscalização será intensificada nesse período. (Fonte: site G1 Campinas)


93 visualizações

NOTÍCIA FM

LIGOU, VIROU NOTÍCIA

Faz 40 anos que a Notícia FM é recebida pelos ouvintes em suas casas, 40 anos que a Notícia FM os acompanha no carro e no trabalho, com entretenimento, informação e boa música.

LINHA DO OUVINTE

19 3408.8080


Rua Rui Barbosa, 474 - Centro

13465-280 - Americana - SP

SOCIAL NOTÍCIA FM

Notícia FM 88,9      © 1980 - 2020      TODOS OS DIREITOS RESERVADOS