• Notícia FM

Covid-19: RMC registra queda de 23,4% no número de vagas de aprendizagem em julho

A Região Metropolitana de Campinas (RMC) registrou em julho queda de 23,4% no número de vagas de aprendizagem, em comparação com o mesmo período do ano passado. Enquanto em 2019 a quantidade de oportunidades era de 3.373, em 2020 esse total caiu para 2.584. Os dados são de um levantamento feito pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEEE).

Segundo o órgão, a retração nas vagas é reflexo da pandemia do coronavírus. Supervisora do CIEE, Luciana Bragil destaca a Lei de Aprendizagem, que estabelece uma cota de aprendizes que as empresas precisam cumprir, para explicar a situação

"É uma cota definida conforme faturamento, porte da empresa. Com a pandemia, houve muitas demissões no mercado de trabalho, e as empresas, automaticamente, diminuem o número de funcionários. Então, automaticamente, cai [também] essa cota de aprendizagem para a empresa."

Ainda de acordo com o levantamento, a projeção até o fim deste ano é que a proporção de vagas fechadas continue em torno de 23%.

Luciana, no entanto, ressalta que os contratos dos jovens, que podem durar até dois anos, não são rescindidos antes do fim. Com isso, o número de vagas cai a partir do momento em que se encerra o período de trabalho do aprendiz, e essa vaga é fechada, não sendo oferecida a outro candidato, devido à cota reduzida. "A empresa não faz desligamento do aprendiz porque tem um contrato determinado. Então ela não pode desligar mesmo se ela tiver demissões, por exemplo. [...] A Lei de Aprendizagem não prevê essa condição de desligamento, mas quando esse contrato finaliza, automaticamente a empresa teria que repor a vaga, se ela tivesse com a cota abaixo do permitido. Como ela reduziu o número de funcionários, ela acaba estando dentro da cota e não abre novas vagas de aprendizagem", explica.

Por essa quantidade de oportunidades para jovens aprendizes estar diretamente ligada ao quadro de funcionários efetivos de uma instituição, a supervisora ainda enfatiza que não há uma previsão para a recuperação destas vagas perdidas. Projeção nacional e petição

O CIEE ainda fez um outro levantamento semelhante, mas no âmbito nacional. De acordo com o o órgão, cerca de 32 mil vagas de aprendizagem devem ser extintas até o final do ano em todo o país, devido também às demissões provocadas pela pandemia.

No balanço, a associação ainda apurou que, das 149 empresas ouvidas durante o mês de julho, 83,3% afirmaram que, se existisse uma medida do governo para ajudar a custear a contratação de aprendizes, optaria pelo programa imediatamente.

Com isso, o CIEE sugeriu uma Medida Provisória (MP) que prevê o custeio de 50% do salário do aprendiz, o que, segundo o Centro de Integração, possibilitaria a contratação de até 400 mil jovens em todo o território nacional. A iniciativa já reuniu mais de 60 mil assinaturas em uma petição online.

Como se candidatar

Conforme determina a legislação, qualquer jovem com idade entre 14 e 24 anos que esteja cursando o ensino fundamental ou o ensino médio pode se inscrever no programa Jovem Aprendiz.

Os candidatos podem consultar as vagas disponíveis, conferir outros pré-requisitos de cada uma e fazer a inscrição pelo portal do CIEE. É necessário fazer um login para acessar o sistema. (Fonte: G1/Campinas)

2 visualizações

NOTÍCIA FM

LIGOU, VIROU NOTÍCIA

Faz 40 anos que a Notícia FM é recebida pelos ouvintes em suas casas, 40 anos que a Notícia FM os acompanha no carro e no trabalho, com entretenimento, informação e boa música.

LINHA DO OUVINTE

19 3408.8080


Rua Rui Barbosa, 474 - Centro

13465-280 - Americana - SP

SOCIAL NOTÍCIA FM

Notícia FM 88,9      © 1980 - 2020      TODOS OS DIREITOS RESERVADOS