• Notícia FM

Economia: Santa Bárbara registra déficit no saldo da balança comercial no ano

Neste ano, o saldo da balança comercial de Santa Bárbara d´Oeste está  deficitário em US$ 44,7 milhões.  No período, de janeiro a agosto, a remessa de produtos ao exterior foi de US$ 39,2 milhões, ante  US$ 83,9 milhões as importações.  

No mesmo período de 2019, as exportações foram de US$ 107,4 milhões, ante US$ 78,9 milhões as importações.  Os números são da  Balança Comercial das Diretorias Regionais, relatório produzido pela Fiesp e pelo Ciesp com o desempenho das 42 regionais do Ciesp.


Neste ano, a remessa de produto ao exterior de Santa Bárbara caiu 63,5%  em relação ao mesmo período de 2019, passando de US$ 107,4 milhões para US$ 39,2 milhões. Os principais produtos exportados foram instrumentos e aparelhos de óptica (29,6%), máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos (24,9%) e borracha e suas obras (17,2%). P


Segundo Nivaldo José da Silva, diretor-titular do Ciesp Santa Bárbara,  essa redução foi por conta da crise mundial  com a pandemia do novo coronavírus. Ele explicou que a população em casa, o lockdown em algumas regiões acabou afetando o crescimento da economia em todo o mundo.


Já em relação às importações houve um crescimento de 6,3% na comparação com o mesmo período de 2019, passando de US$ 78,9 milhões para US$ 83,9 milhões.  As importações da regional foram principalmente de máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos (51,6%), máquinas, aparelhos e materiais elétricos (14,2%) e instrumentos e aparelhos de óptica (6,8%).


Silva apontou que essa situação ocorre por conta da retomada da economia. Isso porque muitas empresas  estão encontrando dificuldades com a falta de matérias- primas e insumos no país e começam buscar fora, para suprir a demanda. Dentre as matérias- primas  e insumos em falta estão aço, alumínio, plástico e papelão. “O Ciesp vem acompanhando de perto esse cenário e discutindo com o governo possíveis medidas para obter matérias-primas e não parar a produção. A expectativa é normalizar até o fim do ano e no próximo voltar o crescimento do país”, finalizou.

Estado

Entre janeiro e agosto de 2020, as exportações do estado de São Paulo somaram US$ 30,1 bilhões, uma queda de 12,4% em comparação ao mesmo período do ano passado. Já as importações totalizaram US$ 33,7 bilhões, uma contração de 15,7% no período.

As diretorias regionais que apresentaram melhor desempenho exportador foram Sertãozinho, Presidente Prudente e São Caetano do Sul. Os principais produtos embarcados por Sertãozinho foram açúcares e produtos de confeitaria (50,5%), sementes e frutos oleaginosos (18,8%) e resíduos e desperdícios das indústrias alimentares (13%). Já Presidente Prudente elevou o número de exportados com açúcares e produtos de confeitaria (38,7%), carnes e miudezas (17%) e preparações alimentícias (13,4%).  Em São Caetano do Sul, os principais embarques foram de veículos automóveis, tratores (69,3%), máquinas e aparelhos mecânicos (9,3%) e aeronaves (8,5%). Em relação às importações, as diretorias de Santos, Araçatuba e Botucatu foram as que mais importaram no período. Fonte: Diário de SBO

3 visualizações

NOTÍCIA FM

LIGOU, VIROU NOTÍCIA

Faz 40 anos que a Notícia FM é recebida pelos ouvintes em suas casas, 40 anos que a Notícia FM os acompanha no carro e no trabalho, com entretenimento, informação e boa música.

LINHA DO OUVINTE

19 3408.8080


Rua Rui Barbosa, 474 - Centro

13465-280 - Americana - SP

SOCIAL NOTÍCIA FM

Notícia FM 88,9      © 1980 - 2020      TODOS OS DIREITOS RESERVADOS