Fiuk, do BBB 21, vendeu carro de corrida por R$ 150 mil após chegar à falência

Numa roda de conversa com alguns dos homens do “BBB 21”, Fiuk explicava para Bill (antes do paredão que o eliminou), Rodolfo e Caio sobre o Drift, esporte automotivo do qual é adepto e competidor há quase dez anos. Durante o papo, ele disse que teve que vender o carro que mais gostava porque chegou a ir à falência: “Foi punk, me dei mal aí. Precisei da grana”.


Trata-se do “filhote”, um automóvel modelo Skyline GTT-25 R34, que a Nissan nem fabrica mais. O carro foi importado do Japão em 2011, pois não é vendido no Brasil. O modelo, cultuadíssimo pelos amantes de videogame, aparece em vários filmes da franquia “Velozes e Furiosos”. Fissurado por carros desde garoto, ganhando muito dinheiro na época, Fiuk não pensou duas vezes para comprar o brinquedinho.


Ao chegar no Brasil, o Nissan foi totalmente modificado. A cor original prata foi substituída pelo azul metálico após um envelopamento, bancos traseiros retirados, vidros substituídos por fibra, tudo para deixar o carro mais leve. É que no Drift, vence quem entrar numa curva com o carro delado mantendo seu total controle. O carro também tem uma característica: seu volante é do lado direito e por isso não pode transitar no país.


O que levou Fiuk a ter bastante dor de cabeça em 2014, quando se envolveu num acidente de trânsito em Barueri, São Paulo, onde mora com o pai,Fabio Jr. Fiuk chegou a investir uma boa grana em outros dois carros. Um Mustang de duas décadas atrás e dois Nissan 350, ambos para o Drift (cerda de R$ 115 mil cada um). E acabou perdendo dinheiro com a suspensão de um festival que costumava promover mensalmente e reunia pilotos, festas e shows numa espécie de resenha automobilística. Não teve jeito. O “filhote” foi vendido por R$ 150 mil para sanar as dívidas do cantor.






7 visualizações0 comentário