• Notícia FM

No BBB21, Sarah revela desejo de fazer trança e é acusada na web de racismo

No BBB21, Sarah Andrade revelou para João Luiz Pedrosa e Camilla de Lucas que tem o desejo de fazer tranças no cabelo. Em conversa nesta segunda-feira (22), a consultora de marketing digital mencionou que "agora que é famosa" e não está mais no ambiente corporativo, poderia mudar o visual. Na web, o comentário foi interpretado por alguns internautas como preconceituoso.

"Quando eu era criança, meu sonho era fazer trancinha assim, mas minha mãe falava que iria estragar meu cabelo. Meu cabelo é grandão, né. Mas eu acho muito legal, muito lindo", começou ela. "Ajuda a crescer", opinou o professor de Geografia, que, naquele momento, estava fazendo tranças no cabelo da influenciadora digital.

"Tem uma festa nos Estados Unidos. Eu queria fazer trancinha e pintar o cabelo de branco misturado com o loiro. É meu sonho. Eu vi as meninas fazerem e acho tão legal. Coisa mais linda. Agora eu sou famosa, posso fazer", disse a loira, aos risos. "É que até então, na minha profissão, não daria pra eu trabalhar numa multinacional com o cabelo branco e de trança", completou. O comentário de Sarah se tornou viral na web, e alguns internautas entenderam que houve racismo em sua fala. "O cúmulo do racismo. Meu Deus, que absurdo", escreveu o perfil A Very Talent.

"Isso eles não identificam racismo, mas dizer que homem hétero vestido de mulher é estranho identificaram", observou Ariana Salles, fazendo menção ao episódio em que Caio Afiune se vestiu de mulher e foi repreendido por Lumena Aleluia, no começo do reality. "E ninguém fala nada? Eu hein, que medo é esse?", questionou Priscila Reis. "Eu to chocada", comentou Maria. "Sarah, além de falsa, mentirosa, judas, é racista", disparou um perfil que apoia Juliette Freire, em quem a brasiliense votou na formação do paredão de ontem (21). Outros seguidores, porém, tiveram uma visão diferente. Eles avaliaram que a declaração da sister só reforça que o ambiente corporativo, no geral, é preconceituoso e exige um padrão de comportamento e um código de vestimenta, proibindo o uso de alguns acessórios, tatuagens e penteados, incluindo nisso cabelos com trança, em algumas ocasiões.

"Pior que ela não tá errada. Quem tá achando preconceituoso é que nunca trabalhou numa empresa de grande porte. Tem empresas que proíbem barba, imagina tranças", pontuou a tuiteira Bella. "Ela não mentiu. Tem empresas muito preconceituosas, principalmente com a estética, cor e estilo de cabelo, tatuagens, piercing", lembrou o perfil Dona Aranha. Fonte: Notícias da TV

81 visualizações0 comentário