• Notícia FM

Novo decreto estabelece horário de funcionamento do comércio em Nova Odessa

A partir da próxima quarta-feira (1º), o comércio de Nova Odessa passará a funcionar das 12h às 16h, durante a semana, e das 9h às 13h, aos sábados. O decreto que estabelece o horário de abertura e fechamento dos serviços considerados não essenciais foi assinado pelo prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza nesta sexta-feira (26), dia em que a cidade ultrapassou a marca de 100 infectados pelo novo coronavírus e que o governo paulista manteve os municípios da RMC (Região Metropolitana de Campinas) na fase laranja do ‘Plano São Paulo’, que permite a retomada gradual da atividade econômica no Estado.

A fixação de horário para o funcionamento de lojas, imobiliárias e escritórios na cidade, enquadrados na fase laranja, ocorreu após reunião extraordinária do Gabinete de Crise, Prevenção e Reação ao Coronavírus, composto por todo secretariado municipal e presidido pelo prefeito Bill. Participaram do encontro os secretários Vanderlei Cocato (Saúde), que presidiu o debate, Eduardo Gazzetta (Governo), Regina Pocay (Desenvolvimento Econômico e Gestão Social), André Faganello (Chefia de Gabinete), Alessandre Pimentel (Assuntos Jurídicos), Claudicir Brazilino Picolo (Educação), Edson Barros de Souza, o ‘Nenê Gás’ (Meio Ambiente), além da diretora de Vigilância em Saúde, Priscilla Amaral Rangel Belmonte, a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Paula Mestriner, e dos dirigentes da Acino (Associação Comercial e Industrial de Nova Odessa), Samuel Jesuíno Teixeira (presidente) e Juçara Rosolen (vice-presidente).

O consenso para adoção da medida se formou diante do aumento do número de casos da doença registrados na cidade nas últimas três semanas. “Estamos com 102 casos confirmados, entre eles nove mortes. Há 18 dias, tínhamos um cenário de 51 pessoas infectadas e quatro óbitos. Precisamos adotar medidas para diminuir o contágio, e o comércio é um dos pontos que temos de trabalhar”, afirmou o secretário de Saúde.

O secretário de Governo, Eduardo Gazzeta, endossou as palavras de Cocato e reforçou a necessidade do ajuste. “O governo tem sido sensível às necessidades da população, inclusive dos empresários. Por isso, inicialmente, não estabelecemos horários e deixamos os comerciantes definirem a melhor estratégia para seus negócios, desde que respeitadas as quatro horas seguidas de funcionamento e todos os protocolos sanitários. Porém, precisamos adotar uma medida mais restritiva nesse momento”, disse Gazzetta.

Para definir o horário, a Administração Municipal considerou um levantamento apresentado pela Acino. “Fizemos uma pesquisa entre nossos associados e, apesar de muitos terem apontado o horário das 10h às 14h, a maioria prefere abrir suas lojas no período da tarde”, afirmou o presidente da Acino, Samuel Jesuíno Teixeira.

O decreto municipal 4.251 altera a redação do decreto anterior (4.238, de 29 de maio), que autorizou a reabertura de serviços não essenciais durante quatro horas por dia, sem definição de horário, a partir de 1º de junho, de acordo com as regras estabelecidas no ‘Plano SP’. O novo texto será publicado na edição online deste sábado (27) do Diário Oficial do Município e entra em vigor na quarta (1º).(fonte site sbnoticias)


0 visualização

NOTÍCIA FM

LIGOU, VIROU NOTÍCIA

Faz 40 anos que a Notícia FM é recebida pelos ouvintes em suas casas, 40 anos que a Notícia FM os acompanha no carro e no trabalho, com entretenimento, informação e boa música.

LINHA DO OUVINTE

19 3408.8080


Rua Rui Barbosa, 474 - Centro

13465-280 - Americana - SP

SOCIAL NOTÍCIA FM

Notícia FM 88,9      © 1980 - 2020      TODOS OS DIREITOS RESERVADOS